O Artista da mente

Todos acham que sabe o que é arte, mas apenas um senso comum não define o que é a essência da arte e toda sua complexidade, vamos a definição:

 

Arte é uma atividade humana das mais antigas, sempre ligada a uma percepção, ideia ou emoção, estimulando tanto a consciência do criador da obra quanto dos que a apreciam, podendo cada uma dessas obras ser considerada única e diferente.

 

Se levarmos isso em consideração podemos considerar qualquer atividade humana, se feita de maneira certa, como arte!

 

Então vamos ao caso que eu relatei e que quero compartilhar com vocês. Uma pessoa que consegue desenvolver a arte de ler muitas vezes mais rápido que a maioria do ser humano é uma arte. Imaginem uma pessoa que consegue utilizar seu cérebro para memorizar o nome de mais de 200 pessoas que ele acabou de conhecer, isto horas depois.

livros-sobre-jornalismo

Saber dominar a capacidade de memória do cérebro e por quanto tempo você deseja guardar esta informação é uma arte.

 

O artista que conheci se chama Pedro Ivo Blinkstein, ele consegue ler 30x mais livros que o normal somando mais de 450 livros por ano. E livros grandes do tamanho de senhor dos anéis. Agora me diga se este é ou não um artista de verdade.

 

Quando pensamos que queremos nos desenvolver e aprender mais sempre podemos recorrer aos livros como forma de estudo e técnicas como a desse artista que envolvem leitura dinâmica, e técnicas de memorização são fundamentais para treinarmos nosso cérebro assim como o musico treina para conseguir desenvolver suas habilidades com o instrumento ou com o canto.

 

Para concluir, ler é uma arte e por isso deve ser praticada como tal para conseguirmos alcançar a perfeição plena dela mesmo.

Posted under Arte,leitura

você pode ser um empreendedor também!

Como vocês já sabem, um dos assuntos abordados aqui no meu blog é sobre empreendedorismo e negócios em geral. Nesse ponto, eu vejo que existem muitas pessoas que dizem querer ter seu próprio negócio mas nunca tomam atitude para tanto, pois estão sempre muito ocupadas reclamando do seu emprego ou tentando colocar a culpa em algum outro fator externo pelo qual não podem ser culpadas, como as dificuldades em geral para se abrir um negócio, a burocracia, a falta de capital inicial em volume suficiente para investir, enfim, são uma série de desculpas que você pode ouvir se repetindo de novo e de novo cada vez que alguém tenta justificar o porque não tomou ação ainda para perseguir seus objetivos.

Esse artigo aqui foi escrito tendo em mente essas pessoas. Eu quero deixá-las ainda mais desconfortáveis e sem desculpas para não fazer o que tem que ser feito, pois vou dar uma excelente solução para as ditas desculpas que tanto as impedem de empreender. Primeiro vamos começar pelo problema da burocracia e de todas as dificuldades para abrir um negócio. Essa é fácil. Desde que surgiu a internet isso nem sequer pode mais ser usado como desculpa realmente, já que abrir um negócio online esta cada vez mais fácil e, inclusive, muitos dos negócios mais bem sucedidos hoje em dia, como a amazon ou o google, são negócios online.

como importar da china

O segundo passo é o capital inicial para investir. Esse ponto como importar da china já esta parcialmente resolvido pela primeira dica, mas vamos lá. Se você aprender como importar da China, o que não é muito difícil, e montar um negócio de importação online, revendendo produtos importados em uma loja virtual, o capital necessário para investimento não será muito grande, pois você pode apenas importar poucos produtos no início e com o lucro na venda destes ir comprando mais produtos até que tenha um estoque completo.

Podemos ainda seguir com essa idéia e facilitar ainda mais, se você não quer criar uma loja virtual, pode vender em sites como o buscapé ou submarino. Como você esta vendo na verdade não existem tantas dificuldades assim, o grande pulo do gato é parar de reclamar e passar a fazer.

Posted under empreendedorismo,negócios

Um problema que nos afeta: Ejaculação Precoce

Um amigo de Cubatão comentou comigo no domingo passado sobre sua relação com sua parceira. O que me espantou, foi a dificuldade dele em revelar o que realmente estava ocorrendo quando eles se relacionavam: ejaculação precoce. Um problema a ser enfrentado não só por adolecentes, mas também por pessoas mais velhas é a ejaculação precoce. Devemos dar importancia à ejaculação precoce como tratar outra doença que afeta nossas vidas, nossas relações sexuais, nossa auto-estima e nossa paz. Aqui separei 5 dicas interessantes que achei na internet, e que podem ajudar você!

1 - Excesso de ejaculação. Isso te atrapalha pois no sexo você aciona esses mecanismos de excitação e qualquer gemido da parceira te excita além do normal, como se estivesse consumando essas fantasias pré-foda da época de masturbação.

2 - A saída pra isso é ignorar ao máximo os gemidos da mulher, se esforçar para ignorar o “teatro” delae pensar em outras coisas durante a transa.

3 - Se não estiver aguentando, retire o pênis e pressione a cabeça por 5 segundos. Isso mesmo, tire o penis da vagina e pressione a cabeça dele com os dedos rapidamente. Isso ajuda o sangue a descer um pouco e evitar a sensibilidade extrema na ponta.

4 - Diminua a sensibilidade por operar fimose, removendo a pele caso tenha, por usar camisinha ou mesmo passar alguma pomada experimental (isto só em casos graves).

5 - Não penetre na mulher de cara. Lembre-se, você ainda é fraco nisso. Estimule sua parceira de outras formas antes. Isso também faz com que você relaxe.

 

ejaculao-precoce-como-tratar-5-dicas

O que você precisa é controlar seus impulsos mentais durante o ato para que não acione mecanismos de excitação. O poder está na sua mente!

O controle mental é a resposta, então exercite isso.

Posted under Ejaculação Precoce,Saúde Sexual

Inicie seu negócio da maneira certa

Como eu  já cheguei a afirmar aqui, uma das melhores oportunidades que eu considero para quem esta pensando em iniciar um negócio mas que não tem muita experiência ainda é um negócio de importação. Vou tentar explicar melhor o porque eu acho isso. Em primeiro lugar, com esse tipo de negócio você não precisa estar inspirado ou ter uma grande criatividade para conseguir uma idéia inovadora e então empreender com base nela. O que você precisa, simplesmente, é saber de onde importar de forma barata e ter um mercado que demando seus produtos, o que vai lhe possibilitar revender os produtos adquiridos a um preço muito maior.

Outra vantagem é que você não precisará ter grandes custos operacionais para fabricação de novos produtos, pois tudo o que você tem que fazer é importar os mesmos produtos do exterior. Se você resolver trabalhar com dropshipping então, você não precisará ter nem mesmo os custos para se manter um estoque mínimo,  á que você só irá adquirir os produtos que irá revender após receber um pedido de compra de um novo cliente.

dropshipping

Mais uma vantagem que eu considero bastante importante, especialmente para quem esta iniciando e ainda não tem muito capital disponível para investir, é que os custos iniciais podem ser realmente baixos, especialmente se você resolver vender seus produtos em uma loa online sua, o que reduz a infraestrutura necessária. Se você quiser reduzir ainda mais seus custos, você pode vender seus produtos em sites de leilão no brasil ou mesmo no exterior, como amazon, ebay, etc. É claro que nem tudo é um mar de rosas e será sempre necessário que você estude antes de colocar seus planos de negócio em prática, um bom site q eu encontrei e fornece informações bastante relevantes sobre o assunto é o Attlantis. Tenha calma, faça tudo no seu tempo, estude, e certamente em pouco tempo você terá um bem sucedido negócio online de importação

Posted under negócios

indo um pouco mais a fundo na análise fundamentalista

Olá leitores e leitoras do disease! como vão? No último post eu falei um pouco sobre análise técnica e cheguei até a citar sites onde você poderia aprender mais sobre o assunto, como o mago do mercado. Nesse artigo eu pretendo te apresentar a análise fundamental e te ajudar a decidir se esse método é adequado à sua personalidade. A primeira grande diferença da análise fundamentalista em relação a análise técnica é que, enquanto esta última se baseia em probabilidades calculadas através da observância de padrões na movimentação do preço ao longo do tempo, a análise fundamentalista se baseia na análise dos fundamentos econômicos da empresa para decidir se vale a pena ou não investir nela.

Um investidor fundamentalista irá utilizar uma série de indicadores para decidir se uma empresa possui valor suficiente para que se invista nela naquele momento, tais como a relação entre preço da ação no mercado e os dividendos que são distribuídos, o crescimento dos lucros nos últimos anos, a propriedade de algum ativo que garanta um lucratividade alta, como uma patente, por exemplo.

Análise fundamentalista

 

Após analisar cuidadosamente os números da empresa e se debruçar sobre todos os documentos relevantes, o investidor fundamentalista tem um último crivo a aplicar para decidir finalmente se irá comprar ações daquela empresa ou não: ele irá verificar se o preço dessas ações encontra-se menor do que o valor intrínseco das mesmas. Para fazer isso, ele primeiro irá calcular, com base nos fundamentos que analisou, qual é o valor intrínseco das ações, que nada mais é do que aquele valor que efetivamente representa o potencial de lucratividade da empresa. Caso o valor intrínseco estea maior do que o preço da ação no mercado, então irá valer a pena compra-lá, pois certamente o valor daquelas ações, cedo ou tarde, irá se igualar ao seu valor intrínseco. Caso a ação este a mais caro do que seu valor intrínseco então não irá valer a pena comprá-la.

 

Posted under Investimentos

Análise fundamentalista ou análise técnica?

Uma dúvida muito comum de quem esta começando a investir é decidir qual tipo de método de investimento irá utilizar: a análise técnica ou análise fundamentalista. Nesse artigo, eu pretendo falar um pouco das duas e ajudar você a decidir qual delas tem mais a ver com você.

A análise técnica consiste basicamente em identificar padrões de movimentações dos preços ao longo do tempo que possivelmente irão indicar uma queda ou subida nos preços logo em seguida aquele movimento. Existem  já centenas de padrões identificados e muitos bons livros que explicam cada um desses padrões. Para utilizar esse meio de investimento de maneira correta, você precisa em primeiro lugar conhecer esses padrões, e depois você precisa saber identificá-los na prática. Por fim, caso haja um encaixe perfeito entre o padrão previsto e o movimento observado na prática, você precisa então se aproveitar do movimento de preço que possivelmente se seguirá, seja de subida, comprando mais ações para vender mais caro, ou de queda, vendendo ações a descoberto antes que a descida ocorra.

Análise técnica

Como você pode perceber, a análise técnica se baseia mais em probabilidade do que em qualquer outra coisa. É claro que nada garante que só porque centenas de vezes foi observado um movimento de subida ou de queda logo após uma determinada movimentação nos preços esse movimento irá se repetir só porque foi verificado o mesmo padrão no mercado naquele momento, entretanto, é mais provável que assim ocorra, e esse é o motivo pelo qual existem muitos investidores bem sucedidos que conseguem obter ganhos consistentes utilizando apenas análise técnica, sem análise fundamentalista, ou, ao menos, utilizando a análise técnica como parte fundamental (sem trocadilhos!) de sua estratégias de investimentos, como o Pedro Coelho, do Mago do mercado.

Já a análise fundamentalista é um pouco diferente, pois se baseia em um conhecimento real da situação econômica das empresas como base para tomar sua decisão de investimento. Eu pretendo falar um pouco melhor sobre ela em um artigo futuro, onde vou expor também qual tipo de perfil se adequa mais a cada tipo de estratégia.

Posted under Investimentos

Conhecimento é o seu maior ativo

Quando falamos no que é necessário para abrir um negócio, muitas pessoas pensam logo no dinheiro necessário para investir. Apesar de ser verdade que é fundamental possuir dinheiro para investir e, inclusive, muitas vezes mais dinheiro do que se pensa necessário (uma boa regra é estimar o dinheiro que você vai precisar e depois multiplicar por 5!), a verdade é que existem muitos outros fatores que, na minha opinião, tem um peso no mínimo igual ou mesmo até maior do que a quantidade de capital que você tem disponível para investir no seu negócio.

Esses fatores, diferentemente do dinheiro, não são físicos, mas sim mentais ou psicológicos e, na maior parte das vezes, depende apenas de você desenvolvê-los ou continuar no mesmo lugar. O primeiro que vem a mente é a disposição para correr risco, que, sem dúvida alguma, é absolutamente necessária para conseguir atingir seus objetivos. A maioria das pessoas que iniciam um novo negócio costumam pensar que já possui esse requisito, mas a verdade é que muito poucas pessoas estão realmente preparadas para assumir todos os riscos que advém da abertura de um negócio.

importador profissional

Outra questão muito importante é saber qual tipo de negócio é o ideal para você. Eu particularmente acho que o negócio de importação é um dos mais indicados para iniciantes, pois é relativamente simples de se entender, não exige um investimento inicial muito alto e você pode vender os seus produtos online mesmo, sem a necessidade de abertura de uma loja física. Por fim, um outro fator que eu chamaria mental que eu considero de grande importância para quem quer ter um negócio é o conhecimento. Um negócio de importação, como foi dada a dica, é relativamente simples se comparado com outros tipos de negócio, entretanto, ainda assim, se você quiser virar um importador profissional, você precisará de muito conhecimento.

O ideal nesse sentido, é ter alguém com experiência no ramo para lhe ensinar. Caso isso não seja possível, então a segunda melhor alternativa é investir em um bom curso que te ensine passo a passo como iniciar esse tipo de negócio.

 

 

Posted under negócios